Poupar para viajar: conheça os códigos online

Dicas para poupar para viajar

Quero começar esse post com um exercício curto para poupar para viajar. Saque uma folha de papel e anote todos os gastos habituais: aluguer/hipoteca, pagamentos do carro, factura da TV e Internet, telemóvel, seguros, escolas, etc.

Depois anote os extras. Isso é, o que gasta em comida na rua, cinema, bebidas, compras, cafés, cigarro, entradas em eventos e outras coisas similares. Se você não sabe onde gasta o dinheiro anote por uns dias para ter uma melhor noção.

Você vai perceber ao final de alguns dias que esses pequenos gastos se transformam em uma grande soma. Especialistas financeiros chamam esses gastos de “fantasmas”, porque nunca sabemos que estão ali pois são gastos muito pequenos. Um euro por aqui, outro por ali… Mesmo uma garrafa diária de água pode fazer uma diferença substancial no decorrer de um ano.

O que isso tem a ver com poupar para viajar?

Uma das principais razões pelas quais pensamos que não podemos viajar o mundo, é o dinheiro. “Eu não me posso permitir isso”, as pessoas me dizem… “Eu tenho um monte de gastos.” A maioria pode não ter, sem dúvida, e há muita coisa que não podemos eliminar. Mas se cortarmos os nossos custos “fantasmas”, reduziremos os custos e conseguiremos poupar para viajar. Nós podemos juntar dinheiro para nossas viagem sem perceber apenas deixando de gastar com parvoíces.

Não importa o quão barato queremos que seja, uma viagem requer algum dinheiro. Não há maneira de evitar que, de modo a poupar para nossas viagens, temos de reduzir as nossas despesas. Porém aqui tenho uma maneiras simples e criativas para diminuir as suas despesas e obter um passeio o mais rapidamente possível.

Consiste nos códigos de desconto online. Existem páginas online que juntam todas as ofertas e cupões de descontos de diversas lojas para que assim num só lugar você possa encontrar tudo o que procura. Por exemplo, não tem que deixar de mimar aos seus filhos para poder viajar.

5 lugares da Europa para conhecer

Falta pouco para que chegue o verão e que todos tenhamos uns merecidos dias de férias, viajar pode ser uma das melhores opções.

Se está a pensar nisso, ainda pode planear uma viagem genial, mudar a rotina, dar uma escapada e se libertar do stress diário.

Se é dos que gostam de mover-se ao redor do mundo e desfrutar visitando novas cidades ou novos países agora é o momento de planear uma nova viagem.

Neste post, vou propor 5 lugares da Europa para conhecer, por exemplo durante este verão, além de alguns conselhos para viajar da forma mais barata possível.

Para os cosmopolitas

Londres

A cidade do Támesis é um destino tradicionalmente muito visitado por portugueses durante o verão. O carisma da cidade é inegável, seu ambiente cosmopolita e toda a oferta cultural faz que seja um lugar especial.

A capital anglo-saxã é um destino atraente porque ali podem ser visitado algumas das atracções culturais mais famosas do mundo, como o London Eye (a famosa roda-gigante) ou o palácio de Buckingham. Além disso, sendo prático, é perfeito para praticar nosso inglês.

Londres não é uma cidade barata, mas se vai preparado e examina as possibilidades você pode poupar você muito dinheiro.

Importantíssimo não se esqueça de adquirir o London Pass já que com ele poderá visitar mais de 60 diferentes lugares como monumentos, museus e atracções diferentes. Entre eles a Torre de Londres, a abadia de Westminster, o palácio de Buckingham, entre outros.

Tudo são vantagens, desde a comodidade de não ter que se preocupar para comprar as entradas de cada lugar que deseje visitar, o fato de economizar dinheiro e claro, o prazer de evitar as chatas e longas filas.

Quando visitei Londres há uns anos atrás era inexperiente e não a comprei porque não a conhecia nesse momento. A questão é que poderia ter economizado mais de 100 libras, e não o fiz. Sem ir tão longe, quando fiz um tour como o da National Theatre Backstage pude poupar as 8,50 libras que custam ou para entrar na Torre de Londres, 22 libras mais.

Roma

Roma é outra cidade que obrigatoriamente se tem que visitar, é um destino muito atraente para suas próximas escapadas, especialmente antes de que chegue o verão.

Em Roma se encontram literalmente os alicerces da cultura latina que tanto nos caracteriza e une a portugueses e italianos.

Roma é uma cidade cheia de monumentos, histórias e de atracções que fazem especial a cada um de seus lugares.

Eu a visitei faz 4 anos, por desgraça só pude estar um dia mas mesmo assim desfrutei como uma criança e me encantou passear pela cidade que já foi a cidade mais poderosa do mundo.

O Coliseu em primeiro lugar, a Fontana dei Trevi, as Termas de Caracalla ou as catacumbas são  lugares inesquecíveis que impactarão você. Esta guia aconselhará você e poderá você servir para visitar a cidade aproveitando seu tempo ao máximo.

Vale ressaltar que, Roma não é o destino mais barato que se pode encontrar de modo que pesquise bem o hotel em que se vai hospedar e seus preços, se suas opções se encontram caras se pode encontrar sempre boas ofertas. É sempre melhor viajar com conforto e o mais economicamente possível desde o aeroporto à cidade.

Finalmente assegure-se de ter bom guia (o qual recomendo) ou bem ter um mapa e vontades de caminhar.

Na Espanha

Se gosta de Espanha, existe uma variedade excelente de destinos nos que pode satisfazer suas necessidades.

Se quer desocupar da vida de cidade, quer isolar durante uns dias, o norte é uma grande opção. Galiza, Cantábria, Astúrias entre outras, são comunidades maravilhosas com seu peculiar clima e geografia.

Não obstante, também as grandes cidades como Barcelona, Madrid, Valência, Bilbau ou Sevilha. Elas oferecem outro tipo de perspectiva, uma estância genial e em conta, sobretudo se as visita são no período de verão, que é quando mais gente há.

Cantábria

Escolhi recomendar esta comunidade, simplesmente porque as férias que passei lá foram definitivamente especiais.

Em Cantábria me alojei em uma casa rural, fora da cidade, em um pequeno povoado chamado Potes.

Encontrava-me em um lugar privilegiado já que estava em plena natureza onde podia ver montanhas e paisagens preciosas. Por outro lado, estava relativamente perto de San Vicente da Barquera que era a cidade maior dos arredores.

A dona da casa possuía uma granja de vacas que estava ao lado da casa, o que dava se cabe, um aspecto mais puro da localização.

Ainda recordo que todas as manhãs (durante os 7 dias que me alojei lá) às 8 da manhã, tinha o leite recém ordenhado e o pequeno almoço feito pela dona, encima não me permitia pagar nem um euro.

Essa amabilidade espontânea, a incomparável gastronomia junto às bonitas excursões que realizei através das cidades Cântabras me deixaram com uma lembrança maravilhosa que nunca vou esquecer.

Barcelona

A cidade condal, é sem dúvida, um dos destinos turísticos mais atraentes do mundo. Eu não tinha viajado nunca até o passado Setembro, quando tive a oportunidade de averiguar por que é tão famosa.

Este lugar possui um carácter especial com muitos atractivos entre os quais estão: As Ramblas, o Bairro do Raval, o parque Guell, A Sagrada Família ou o Zoo de Barcelona.

Todo isso faz de Barcelona um lugar mágico que em qualquer lugar faz se sentir diferente. E sempre há algo que fazer, algum plano ou algo que visitar em Barcelona.

Outro grande atractivo é que normalmente Barcelona alberga grandes eventos e os melhores grupos musicais vão lá a tocar, de maneira que se visita Barcelona terá possibilidades de presenciar algum dos seus grupos favoritos.

Eu gostei muito de passar três dias ali com meus amigos porque pudemos encontrar diversão, oferta cultural e uma hotelaria de primeira qualidade.

Valência

Valência é outra cidade mágica, que combina uma parte histórica de grande relevância com uma parte moderna cuja combinação faz desta cidade um destino perfeito para os turistas.

Se visita o centro se encontrará com a Praça da Rainha e a Catedral, monumentos construídos durante os séculos XIII e XV.

O Bairro de Carmen é outro lugar representativo da cultura mediterrânea, restaurantes locais de lazer, bares completam um bairro alternativo, onde também conta com o campus da Faculdade de Artes da Universidade Politécnica de Valência. Com isso segue a tradição das escolas de arte de construir nos lugares mais pintorescos da cidade.

O rio Turia divide a cidade e a sua orla podem ser contemplado as antigas torres de Serrano e de Quart, portas que simbolizam as antigas entradas da Valência medieval e que são um dos últimos vestigios da muralha cristiana de rodeava a “Ciutat Vella” (cidade antiga).

Em Valência se pode encontrar a Cidade das Artes e as Ciências, símbolo de modernidade e inovação. Composta pelo Oceanográfico, o Museu das Ciências, ou o Hemisférico.

Em resumo, a Cidade das Artes e as Ciências fazem uma combinação perfeita para ter entretenimento e cultura ao mesmo tempo, bem como um lugar fabuloso para se visitar com toda a família.

Sua oferta de serviços, alojamento e restaurantes é ampla e inigualável. Pode conseguir muito boas ofertas e realizar uma visita sem gastar excessivamente.

Conhece outra cidade que me recomendaria? Qual ou quais são?

Estrangeiros no México: onde vivem e donde eles vêm?

A atracção do México é reconhecida em todo o mundo. Seja esta pela sua biodiversidade impressionante, pela sua variedade de ecossistemas ou pelos seus encantos.

No entanto, há que reconhecer que também é devido às características da cultura mexicana. Esta tem muitas facetas e até mesmo tem expressões consideradas Património Imaterial da Humanidade.

Por quê pessoas nascidas fora do México, escolhem vir viver neste país multifacetado? Isto é: de onde vêm, onde vivem, de qual país são os estrangeiros no México? Para ficar a saber mais do assunto, procurei os dados do Instituto Nacional de Migração do México (INAMI) e censo do Instituto Nacional de Estatística e Geografia (INEGI).

Há pouco menos de um milhão de estrangeiros que vivem no México e um fenómeno de crescimento migratório de pessoas de países orientais.

Continuar a ler “Estrangeiros no México: onde vivem e donde eles vêm?”