Latest Posts


A importância da sustentabilidade

Nos últimos tempos, felizmente, a importância da sustentabilidade começou a ser mais analisada e pensada. A importância para o cuidado ambiental começou, especialmente após os acontecimentos que deram origem a várias intempéries como aconteceu com o Tsunami no Sudeste Asiático. Todos estão percebendo que de tanto negligenciar o planeta, ele está nos devolvendo de maneira alarmante em diferentes fatores, que vão além da mudança climática. Tudo isso gera desconfortos e alterações no comportamento de muitas espécies.

Importância da sustentabilidade

Em muitos países e regiões já começaram a trabalhar no desenvolvimento de energias renováveis. Actualmente a estrutura está organizada em torno do consumo de combustíveis fósseis. Essas energias são esgotáveis, sendo um recurso que também aumenta cada vez mais sobre o preço e pode levar um país, inclusive, a uma forte crise financeira. Por isso, a alternativa dos recursos renováveis ​​que a natureza nos proporciona tem que ser valorizada.

É aí entra em jogo o conceito de sustentabilidade, que é basicamente para criar um ambiente que tende ao equilíbrio natural e que ele se mantenha constante. São aplicadas diferentes metodologias para que, com a ajuda da tecnologia, possamos chegar aos mesmos recursos.

O abuso e o uso excessivo desses recursos, comummente referido como a sobre-exploração, é o que gera que os outros não tenham acesso a eles, sendo assim prejudicial para o ecossistema. Isso devido a falhas que ocorrem podendo chegar até mesmo ao desaparecimento deste bem, rompendo automaticamente o equilíbrio.

Talvez o caso mais conhecido seja os das espécies em extinção, onde uma má ação do homem, por exemplo, realiza um abate indiscriminado de florestas, pode gerar a destruição de um ecossistema. Essas ações oferecem o risco de exterminar com raças inteiras de animais, acabar com o equilíbrio que resulta na ruptura do ecossistema e que muitas populações animais passam a morrer e reduzir suas comunidades, tornando-se reduzido ou mesmo de desaparecer completamente.

Poupar para viajar: conheça os códigos online

Dicas para poupar para viajar

Quero começar esse post com um exercício curto para poupar para viajar. Saque uma folha de papel e anote todos os gastos habituais: aluguer/hipoteca, pagamentos do carro, factura da TV e Internet, telemóvel, seguros, escolas, etc.

Depois anote os extras. Isso é, o que gasta em comida na rua, cinema, bebidas, compras, cafés, cigarro, entradas em eventos e outras coisas similares. Se você não sabe onde gasta o dinheiro anote por uns dias para ter uma melhor noção.

Você vai perceber ao final de alguns dias que esses pequenos gastos se transformam em uma grande soma. Especialistas financeiros chamam esses gastos de “fantasmas”, porque nunca sabemos que estão ali pois são gastos muito pequenos. Um euro por aqui, outro por ali… Mesmo uma garrafa diária de água pode fazer uma diferença substancial no decorrer de um ano.

O que isso tem a ver com poupar para viajar?

Uma das principais razões pelas quais pensamos que não podemos viajar o mundo, é o dinheiro. “Eu não me posso permitir isso”, as pessoas me dizem… “Eu tenho um monte de gastos.” A maioria pode não ter, sem dúvida, e há muita coisa que não podemos eliminar. Mas se cortarmos os nossos custos “fantasmas”, reduziremos os custos e conseguiremos poupar para viajar. Nós podemos juntar dinheiro para nossas viagem sem perceber apenas deixando de gastar com parvoíces.

Não importa o quão barato queremos que seja, uma viagem requer algum dinheiro. Não há maneira de evitar que, de modo a poupar para nossas viagens, temos de reduzir as nossas despesas. Porém aqui tenho uma maneiras simples e criativas para diminuir as suas despesas e obter um passeio o mais rapidamente possível.

Consiste nos códigos de desconto online. Existem páginas online que juntam todas as ofertas e cupões de descontos de diversas lojas para que assim num só lugar você possa encontrar tudo o que procura. Por exemplo, não tem que deixar de mimar aos seus filhos para poder viajar.

5 lugares da Europa para conhecer

Falta pouco para que chegue o verão e que todos tenhamos uns merecidos dias de férias, viajar pode ser uma das melhores opções.

Se está a pensar nisso, ainda pode planear uma viagem genial, mudar a rotina, dar uma escapada e se libertar do stress diário.

Se é dos que gostam de mover-se ao redor do mundo e desfrutar visitando novas cidades ou novos países agora é o momento de planear uma nova viagem.

Neste post, vou propor 5 lugares da Europa para conhecer, por exemplo durante este verão, além de alguns conselhos para viajar da forma mais barata possível.

Para os cosmopolitas

Londres

A cidade do Támesis é um destino tradicionalmente muito visitado por portugueses durante o verão. O carisma da cidade é inegável, seu ambiente cosmopolita e toda a oferta cultural faz que seja um lugar especial.

A capital anglo-saxã é um destino atraente porque ali podem ser visitado algumas das atracções culturais mais famosas do mundo, como o London Eye (a famosa roda-gigante) ou o palácio de Buckingham. Além disso, sendo prático, é perfeito para praticar nosso inglês.

Londres não é uma cidade barata, mas se vai preparado e examina as possibilidades você pode poupar você muito dinheiro.

Importantíssimo não se esqueça de adquirir o London Pass já que com ele poderá visitar mais de 60 diferentes lugares como monumentos, museus e atracções diferentes. Entre eles a Torre de Londres, a abadia de Westminster, o palácio de Buckingham, entre outros.

Tudo são vantagens, desde a comodidade de não ter que se preocupar para comprar as entradas de cada lugar que deseje visitar, o fato de economizar dinheiro e claro, o prazer de evitar as chatas e longas filas.

Quando visitei Londres há uns anos atrás era inexperiente e não a comprei porque não a conhecia nesse momento. A questão é que poderia ter economizado mais de 100 libras, e não o fiz. Sem ir tão longe, quando fiz um tour como o da National Theatre Backstage pude poupar as 8,50 libras que custam ou para entrar na Torre de Londres, 22 libras mais.

Roma

Roma é outra cidade que obrigatoriamente se tem que visitar, é um destino muito atraente para suas próximas escapadas, especialmente antes de que chegue o verão.

Em Roma se encontram literalmente os alicerces da cultura latina que tanto nos caracteriza e une a portugueses e italianos.

Roma é uma cidade cheia de monumentos, histórias e de atracções que fazem especial a cada um de seus lugares.

Eu a visitei faz 4 anos, por desgraça só pude estar um dia mas mesmo assim desfrutei como uma criança e me encantou passear pela cidade que já foi a cidade mais poderosa do mundo.

O Coliseu em primeiro lugar, a Fontana dei Trevi, as Termas de Caracalla ou as catacumbas são  lugares inesquecíveis que impactarão você. Esta guia aconselhará você e poderá você servir para visitar a cidade aproveitando seu tempo ao máximo.

Vale ressaltar que, Roma não é o destino mais barato que se pode encontrar de modo que pesquise bem o hotel em que se vai hospedar e seus preços, se suas opções se encontram caras se pode encontrar sempre boas ofertas. É sempre melhor viajar com conforto e o mais economicamente possível desde o aeroporto à cidade.

Finalmente assegure-se de ter bom guia (o qual recomendo) ou bem ter um mapa e vontades de caminhar.

Na Espanha

Se gosta de Espanha, existe uma variedade excelente de destinos nos que pode satisfazer suas necessidades.

Se quer desocupar da vida de cidade, quer isolar durante uns dias, o norte é uma grande opção. Galiza, Cantábria, Astúrias entre outras, são comunidades maravilhosas com seu peculiar clima e geografia.

Não obstante, também as grandes cidades como Barcelona, Madrid, Valência, Bilbau ou Sevilha. Elas oferecem outro tipo de perspectiva, uma estância genial e em conta, sobretudo se as visita são no período de verão, que é quando mais gente há.

Cantábria

Escolhi recomendar esta comunidade, simplesmente porque as férias que passei lá foram definitivamente especiais.

Em Cantábria me alojei em uma casa rural, fora da cidade, em um pequeno povoado chamado Potes.

Encontrava-me em um lugar privilegiado já que estava em plena natureza onde podia ver montanhas e paisagens preciosas. Por outro lado, estava relativamente perto de San Vicente da Barquera que era a cidade maior dos arredores.

A dona da casa possuía uma granja de vacas que estava ao lado da casa, o que dava se cabe, um aspecto mais puro da localização.

Ainda recordo que todas as manhãs (durante os 7 dias que me alojei lá) às 8 da manhã, tinha o leite recém ordenhado e o pequeno almoço feito pela dona, encima não me permitia pagar nem um euro.

Essa amabilidade espontânea, a incomparável gastronomia junto às bonitas excursões que realizei através das cidades Cântabras me deixaram com uma lembrança maravilhosa que nunca vou esquecer.

Barcelona

A cidade condal, é sem dúvida, um dos destinos turísticos mais atraentes do mundo. Eu não tinha viajado nunca até o passado Setembro, quando tive a oportunidade de averiguar por que é tão famosa.

Este lugar possui um carácter especial com muitos atractivos entre os quais estão: As Ramblas, o Bairro do Raval, o parque Guell, A Sagrada Família ou o Zoo de Barcelona.

Todo isso faz de Barcelona um lugar mágico que em qualquer lugar faz se sentir diferente. E sempre há algo que fazer, algum plano ou algo que visitar em Barcelona.

Outro grande atractivo é que normalmente Barcelona alberga grandes eventos e os melhores grupos musicais vão lá a tocar, de maneira que se visita Barcelona terá possibilidades de presenciar algum dos seus grupos favoritos.

Eu gostei muito de passar três dias ali com meus amigos porque pudemos encontrar diversão, oferta cultural e uma hotelaria de primeira qualidade.

Valência

Valência é outra cidade mágica, que combina uma parte histórica de grande relevância com uma parte moderna cuja combinação faz desta cidade um destino perfeito para os turistas.

Se visita o centro se encontrará com a Praça da Rainha e a Catedral, monumentos construídos durante os séculos XIII e XV.

O Bairro de Carmen é outro lugar representativo da cultura mediterrânea, restaurantes locais de lazer, bares completam um bairro alternativo, onde também conta com o campus da Faculdade de Artes da Universidade Politécnica de Valência. Com isso segue a tradição das escolas de arte de construir nos lugares mais pintorescos da cidade.

O rio Turia divide a cidade e a sua orla podem ser contemplado as antigas torres de Serrano e de Quart, portas que simbolizam as antigas entradas da Valência medieval e que são um dos últimos vestigios da muralha cristiana de rodeava a “Ciutat Vella” (cidade antiga).

Em Valência se pode encontrar a Cidade das Artes e as Ciências, símbolo de modernidade e inovação. Composta pelo Oceanográfico, o Museu das Ciências, ou o Hemisférico.

Em resumo, a Cidade das Artes e as Ciências fazem uma combinação perfeita para ter entretenimento e cultura ao mesmo tempo, bem como um lugar fabuloso para se visitar com toda a família.

Sua oferta de serviços, alojamento e restaurantes é ampla e inigualável. Pode conseguir muito boas ofertas e realizar uma visita sem gastar excessivamente.

Conhece outra cidade que me recomendaria? Qual ou quais são?

Estrangeiros no México: onde vivem e donde eles vêm?

A atracção do México é reconhecida em todo o mundo. Seja esta pela sua biodiversidade impressionante, pela sua variedade de ecossistemas ou pelos seus encantos.

No entanto, há que reconhecer que também é devido às características da cultura mexicana. Esta tem muitas facetas e até mesmo tem expressões consideradas Património Imaterial da Humanidade.

Por quê pessoas nascidas fora do México, escolhem vir viver neste país multifacetado? Isto é: de onde vêm, onde vivem, de qual país são os estrangeiros no México? Para ficar a saber mais do assunto, procurei os dados do Instituto Nacional de Migração do México (INAMI) e censo do Instituto Nacional de Estatística e Geografia (INEGI).

Há pouco menos de um milhão de estrangeiros que vivem no México e um fenómeno de crescimento migratório de pessoas de países orientais.

(mais…)

Árvores de natal com reciclagem

Sempre que se aproxima o Natal eu tento encontrar maneiras originais de inovar na decoração de casa e sempre com árvores de natal com reciclagem. Já são uns três anos inovando e por isso não queria perder a oportunidade de propor algumas ideias para todos que tem a mesma ideia que eu. Achei que seria um bom tema de post para começar, mesmo não falando diretamente do meio-ambiente. Claro que a reciclagem é muito importante, por isso também começaremos com ela.  Escolha a sua árvore preferida e a mais ecológica possível.

Redes Sociais

Uma boa dica é fazer uma pesquisa em redes sociais como Pinterest e Instagram, lá você consegue preciosidades como estas:

Árvores de natal com reciclagem

Árvores com garrafas de vidro

A árvore que decidi fazer esse ano foi de garrafas de vidro. Ao longo do ano minha mãe foi juntando, pensando que poderia ser útil para alguma coisa. Resulta que ao final teve sua utilidade. Encontrei na Internet fotos de uma árvore de natal com garrafas idênticas a que nós temos e ficou linda! Eu fiz a da esquerda e achei super fácil e bonito!

Árvores com madeira

Outra ideia de árvores de natal com reciclagem é fazê-las de madeira, por exemplo com paleta.

Podemos encontrar uma enorme variedade de modelos para desenvolver a nossa própria árvore de Natal com paletas reciclados. Estes irão servir para moldar a árvore tanto quanto você quer, de polimento e pintura, para levar a estrutura de simplesmente pendurar enfeites alguns cucos. Esta tendência é muitas vezes presente em decorações rústicas e, especialmente, minimalista, onde naturalidade e subtileza assumir o interior de Natal.

As escadas também podem ser transformadas em lindas árvores de Natal. Esta opção é muito simples e criativa, veja que bonita ficou essa abaixo.

Árvores naturais

Os seguidores das árvores artificiais deveriam saber que elas não são a solução ideal. Apesar de usarmos a mesma árvore há vários anos, os impactos relacionados a sua fabricação se tratam de impactos nocivos. Por quê? Porque os materiais mais utilizados são PVC, plástico e alumínio, a produção e processamento geram resíduos e poluição.

As árvores naturais são a opção mais ecológica e respeitosa com o meio ambiente. Nela você também pode fazer decoração com materiais reciclados e ficará linda.

Não se esqueça que a árvore natural precisa de água para se manter hidratada. É uma

Decoração natalina com materiais recicláveis

São inúmeras as opções. Você pode aproveitar rolos de papel higiénico para fazer girlandas; pode usar lâmpadas antigas para pendurar na árvore; pode fazer pequenas árvores com revistas velhas e até mesmo árvores com rolhas de garrafa.

Top 5 melhores lugares turísticos do México

Descubra os cinco melhores lugares turísticos do México: Ruínas antigas, belas praias, mágicas cidades coloniais e grandes cidades cosmopolitas. Confirme a lista abaixo!

  • Os Cabos

Considerado um dos lugares turísticos do México mais bonitos. Um lugar realmente deslumbrante graças aos seus quilómetros de praias banhadas pelo Mar de Cortez. Praias famosas pelas suas areias douradas e águas azul-turquesa, imersas entre montanhas e deserto. Esta área, também faz parte do grupo de ilhas e áreas protegidas do Golfo da Califórnia, declaradas por sua riqueza natural, como Património Mundial pela Unesco.

A pitoresca cidade de San Jose del Cabo, a vida nocturna de Cabo San Lucas e grandes cadeias hoteleiras do corredor turístico, constituem as três áreas de Los Cabos. Constituindo no seu conjunto um destino espectacular e cuja oferta combina o eco-turismo, a prática de desportos, descanso e muita diversão.

  • Acapulco

Considerada uma das áreas balneares mais antigas do México, cativante pela sua baía paradisíaca situada entre montanhas e penhascos. É o lar de praias paradisíacas banhadas pelo Oceano Atlântico, as águas de ondas suaves e areias douradas. Encontrará vários hotéis de luxo, clubes nocturnos e restaurantes sofisticados.

Hoje dividido em três zonas turísticas como Acapulco tradicional, Acapulco Dourado e Acapulco Diamante. Mantendo a elegância e o glamour que fascinou desde o século passado várias estrelas de Hollywood.

  • Porto Vallarta

Linda cidade tropical que imediatamente seduz aos visitantes. Combina um clima privilegiado, sempre quente, com uma animada vida nocturna, um centro da cidade divertido e belas praias banhadas pelo Oceano Pacífico.

Uma calçada extensa ao longo da costa, permite recorrer todos os cantos. Começando no famoso Hotel Zone com resorts e hotéis localizados na beira da praia, para finalmente concluir na zona romântica. Mais ao sul, cidades costeiras como Boca de Tomatlan e Mismaloya acabam por dar charme a uma das estâncias mais pitorescas do país.

  • Riveira Maia

Avenida turística situada ao longo do Mar do Caribe, lar de locais de extraordinária beleza, incluindo vestígios arqueológicos da civilização Maia, belas praias e águas azul-turquesa, parques nacionais e os recifes de coral. Algumas das maravilhas que encontrará neste lugar.

Com uma área de 130 quilómetros, é o lar de muitos locais turísticos no México que mereceriam por si um capítulo separado. Da famosa Playa del Carmen, com a sua vibrante vida noturna, paraísos da biodiversidade marinha, como o Cozumel, cidades costeiras como Puerto Morelos, às majestosas ruínas Maya Tulum.

  • Oaxaca de Juárez

Considerada uma das mais belas cidades do México. Cidade cativadora pelo seu mágico centro histórico colonial, declarado como Património Mundial pela UNESCO, pela sua riqueza cultural ainda tradições vernáculas vivos, coloridos festivais e mercados coloridos, onde as refeições exóticas estão disponíveis.

Somente a 10 km de distância está localizado o Monte Alban, um outro local a não perder. Também declarado Património da Humanidade pela Unesco, que abriga as impressionantes ruínas de uma cidade pré-colombiana construída pelos zapotecas, que floresceu entre os anos 500 A.C. e 800 D.C.

Para as melhores ofertas em hotéis México, visite MasCupon

Lisboa

No texto de hoje deixarei alguns dos lugares que para mim são muito especiais e que eu acho que é essencial conhecer em Lisboa.
Se gosta de andar e conhecer lugares novos há muito o que conhecer em Lisboa.

Com o Atlântico de fundo e sendo a capital mais antiga do Oeste europeu retrata seu passado fascinante em seus monumentos, igrejas, museus e com muitas coisas que conhecer.

O que conhecer em Lisboa

Castelo de São Jorge

Da sua privilegiada posição é possível adimirar quase todas as vistas da cidade. Esta fortificação sobreviveu a guerras e um terremoto e hoje é a atração turística mais popular na capital Portuguesa. Os visitantes podem saber mais sobre o passado interessante da cidade no Museu Castelo, que está localizado no antigo palácio. Também pode visitar a Torre de Ulisses , que hoje abriga uma câmara escura com o qual pode desfrutar de vistas sobre a cidade em tempo real.

Torres de Belém

A Torre de Belém foi construída no início do século XVI sobre as margens do rio Tejo como uma estrutura defensiva e também para acolher os viajantes que retornam de explorar o mundo. Esta joia da arquitetura Portuguesa é uma verdadeira maravilha e não é de se admirar que ela seja um Patrimônio da Humanidade pela Unesco. Uma visita que vai deixar você querer navegar por lugares exóticos. Ao lado direito é o Padrão dos Descobrimentos, um lugar dos mais fotogênicos.

Elevador de Santa Justa

Apesar de ter a aparência de qualquer prodígio digno de estar em um filme de Tim Burton, este neogótico forjado – elevador de ferro pode ignorar. Ele fica escondido em um beco no coração comercial de Lisboa e é uma das peças mais interessantes da arquitetura e que se deve conhecer em Lisboa. Seu design foi influenciado pela Torre Eiffel e serve para conectar o ponto mais alto ao mais baixo da cidade. Nos velhos tempos de carruagens e cavalos, foi uma excelente maneira de mover objetos e pessoas. Hoje, no entanto, a sua principal atração é a vista panorâmica do topo. Uma vez do alto se aproveita a oportunidade de passear pelo boêmio bairro do Chiado, a “Montmartre” Lisboa, e se perder entre as ruínas românticas da igreja de Carmo, destruída durante o Grande Terremoto.

Alfama

Se você está olhando para o romance e melancolia da capital mais antiga da Europa, entre as coisas que conhecer em Lisboa deve incluir uma visita ao o bairro de Alfama. A zona é a mais antiga da cidade. Neste bairro você vai encontrar algumas igrejas incríveis e casas cheias de azulejos que terá seu sentido. O centro histórico de Lisboa é o ideal lugar para ficar longe da multidão e desfrutar de um bom café com um doce local. Se você vai para o final de junho, não perca as celebrações do festival de San Antonio em suas ruas íngremes.

Pegue um bonde

Sem dúvida, é uma das coisas mais típicas a fazer e conhecer em Lisboa. Embora existam muitas maneiras de se locomover pela cidade, ir e não subir em um de seus bondes amarelos históricos é quase um pecado capital. Eles são uma excelente maneira de descobrir as principais atracções da capital Português como eles estão por toda parte e se atrevem sequer as ruas mais íngremes. Suba no bonde número 28, que atravessa alguns dos cantos essenciais de Lisboa como a Catedral da Sé. Com o bilhete de um dia você pode subir e descer quantas vezes quiser e a qualquer hora.

Parque das Nações

O moderno Parque das Nações oferece um contraste para o centro histórico de Lisboa. É para o leste da cidade, ele passou por uma grande reforma em 1998 e hoje é o lugar onde você vai encontrar a arquitetura mais contemporânea Portugal, além de um novo Porto. Aqui os visitantes podem caminhar ao redor do tanque central e maravilhar-se com a abundância de peixes e tubarões. Com exposições impressionantes que recriam diversos ecossistemas e são o lar de cerca de 450 espécies de animais marinhos, o seu principal objectivo é para educar os visitantes sobre a necessidade de investir na conservação dos oceanos. Se você gosta de mergulho, não vai se arrepender. Sem dúvida, uma das coisas a conhecer em Lisboa se você vier com crianças.

Mosteiro Jerónimos

Entre as coisas que conhecer em Lisboa, há vários que foram declarados Patrimônio da Humanidade pela Unesco. No bairro de Belém, o Mosteiro dos Jerónimos é um deles. Espetacular como poucos, este enorme complexo das casas do século XVI contém o túmulo do explorador Vasco da Gama, enormes salas e colunas decoradas profusamente em estilo manuelino, uma das melhores do mundo claustros e tectos nas artérias fundir-se com a graça especial. Nem se atreva a perdê-lo!

Coma pastéis de Belém

Entre as coisas a fazer em Lisboa não se deve esquecer de desfrutar de sua rica gastronomia. O pasteis de nata são doces por excelência Lisboa (e, portanto, de Portugal) e nenhuma visita à capital Português deve concluir sem ter provado. Este doce, doce, cremoso e coberto com açúcar e canela é uma verdadeira iguaria. Há muitos lugares para comer, mas o mais tradicional é a confeitaria que são nomeados: Pastéis de Belém. Ele está localizado perto do Mosteiro dos Jerónimos, por isso antes ou depois de visitar, escape, sentar-se e deixe o seu paladar desfrutar.

Escutar um fado

Um fado bar tradicional é o lugar que você tem que ir. Fado é um estilo musical popular do século XVIII que geralmente combina emocional e sentimental com o ritmo das letras da guitarra portuguesa

Dicas para desentupir canos em 30 minutos

Um cano entupido no lavatório, na banheira ou no lava-loiças tem solução relativamente rápida. Perante os sinais de alerta, não hesite em atuar. Por isso, se verificar que a pia demora mais tempo a escoar, que a água se acumula nos pés enquanto toma o seu duche ou se sentir cheiros desagradáveis, aqui ficam 10 dicas para desentupir canos em 30 minutos. Mas atenção: caso o problema persista nada melhor do contar com o trabalho de canalizadores profissionais.

Formas de desentupir canos:

  • Utilize um Cabide de Arame Dobrado

Muito simples: pegue num cabide de arame normal e endireite-o o melhor que conseguir. Depois dobre uma das extremidades para criar um pequeno gancho. Introduza-lo pelo cano abaixo e comece a retirar os resíduos que se acumularam para fora do ralo. Atenção, que a ideia é puxar e não empurrar! Quando tiver tudo o mais limpo possível, abra a água quente para acabar de limpar.

  • Sal e Bicarbonato de Sódio

Para desentupir os canos pode optar por uma mistura que vai dissolver os resíduos e sujidade acumulada. Misture ½ chávena de sal com ½ chávena de bicarbonato de sódio e despeje no ralo. Deixe atuar durante cerca de 10 a 20 minutos e, depois, despeje água quente.

Pode também usar uma solução efervescente com 1/3 de bicarbonato de sódio com 1/3 de um copo de vinagre, mas neste caso o ideal é esperar uma hora ou até mesmo deixar de um dia para o outro.

Para os canos muito entupidos junte 1 copo de vinagre, 3 colheres de sal e 1/2 copo de bicarbonato de sódio. Espere um pouco e depois despeje água a ferver.

  • Aspirador de Pó e Líquidos

Este truque nem sempre funciona, mas vale sempre a pena experimentar. Caso tenho um aspirador de pó e líquidos ajuste-o nesta última opção e crie a vedação mais apertada que conseguir sobre o ralo. Ligue o aparelho no máximo e puxe os resíduos pelo cano acima.

  • Água a Ferver

Mais simples é impossível: ferva o máximo de água que conseguir e despeje-a lentamente pelo ralo abaixo em duas ou três fases, dando tempo para que a água quente atue durante vários segundos entre cada uma delas.

  • Soda Cáustica

Outra solução passa por usar soda cáustica. Mas atenção: a soda – que é também conhecida como Hidróxido de Sódio – pode causar queimaduras químicas, pelo que deverá proteger-se com luvas de borracha e óculos ao manuseá-la. Despeje 3 litros de água fria num balde e adicione 3 copos de solda caustica. Mexa com uma colher de madeira até começar a ver que a solução começa a efervescer e aquecer. É aqui que a deve despejar no ralo, deixando atuar durante 20 a 30 minutos. Depois despeje com água a ferver para finalizar a limpeza. Se não resultar à primeira, repita o procedimento.

  • Desentupidor Tradicional

Pode sempre experimentar também o desentupidor de borracha tradicional. Nos casos mais simples pode ser a solução mais prática e eficaz! Ao criar sucção, o desentupidor liberta o cano do que estiver a causar o entupimento de uma forma ecológica, pois não polui a água e enquanto ferramenta é sustentável e reutilizável.

  •  Detergente

Se o cano não estiver cheio de água, deite um pouco de detergente da loiça pelo cano abaixo, seguido de água a ferver. Este truque funciona especialmente nos canos da cozinha, que têm tendência a ficar gordurosos.

  • Fermento em Pó

Coloque 2 colheres de fermento em pó no ralo e despeje uma panela de água a ferver por cima. O resultado será uma solução efervescente que libertará a sujidade que estiver a entupir o cano.

Caso estas dicas caseiras não funcionem, existem inúmeros produtos líquidos de desentupimento nos supermercados. Só tem de seguir as instruções que encontrar na embalagem e voilá!

Destinos de baixo custo na Europa para jovens viajantes

O continente europeu é um dos pontos de máximo turismo do mundo, graças à sua vasta oferta cultural, o seu clima e a sua longa história e herança. Elementos importantes que fizeram o velho continente num ponto de referência para aqueles que viajam.

O que torna uma cidade particularmente adequada para a “viagem juvenil”? Muitas vezes nada… Uma bela catedral, cozinha fantástica ou uma praia de areia pode ser apreciada seja qual for a sua idade. Muitos artigos como este são simplesmente listas de “melhores cidades da Europa”, com um aceno para “os jovens gostariam disso”. Mas as cidades que seus pais gostariam não são as mesmas que atraem seu filho fazendo sua primeira visita à Europa.

Praticamente todos os destinos nesta lista são baratos e bem conectados, com uma mistura de cultura e os tipos de actividades que os jovens estão interessados em: uma cena social vibrante, uma cultura de comida e bebida acessível e actividades suficientes para mantê-lo ocupado por alguns dias.

  • Berlim, Alemanha

A capital juvenil da Europa. Discotecas fantásticas, uma política liberal sobre beber álcool em público (é totalmente permitido) e muito espaço verde. E é uma cidade muito barata para passar o tempo.

Qualquer outra cidade poderia liderar esta lista?

  • Bruxelas, Bélgica

Chocolate e cerveja, chocolate e cerveja, chocolate e cerveja. Conheça a magia de Bud Light e Hershey antes que seja tarde demais.

  • Amsterdão, Países Baixos

A terra do sexo e das drogas: fez o caminho europeu. Compre cannabis a partir de um menu real e espie o distrito da luz vermelha legalmente regulamentado. Em lugar nenhum você está seguro de fazer coisas que você provavelmente não deveria.

  • Salamanca, Espanha

Uma das cidades universitárias mais antigas da Europa e um destino popular para os estudantes de intercâmbio europeus de Erasmus e American Study Abroad. Este é um lugar vibrante para aprender espanhol. Também perto de Madrid, a capital espanhola.

  • Budapeste, Hungria

Budapeste é famosa pelos seus bares de ruínas (bares que foram instalados em edifícios antigos em ruínas) e no festival de música Sziget, uma semana de música e performances em uma ilha no Danúbio. Budapeste também tem uma das melhores cenas de cerveja artesanal da Europa.

  • Český Krumlov, República Checa

Uma cidade que já foi abandonada, mas limpa a tempo para os autocarros de festa que agora visitam a Europa Oriental. Desfrute de desportos aquáticos no rio e pilsners tchecos baratos, contra a bela arquitectura protegida pela UNESCO da cidade velha.

  • Lisboa, Portugal

A capital mais barata da Europa Ocidental teve que aparecer nesta lista. Lisboa é uma cidade onde todos podem encontrar algo especial. Carregada com atmosfera, charme, óptima comida e vida nocturna.

  • Tarifa, Espanha

O ponto mais austral da Espanha, em Tarifa, é óptimo para desportos aquáticos, observação de baleias e para atravessar o estreito de Gibraltar para visitar Marrocos.

  • Dubrovnik, Croácia

Outra cidade no circuito de festa da Europa Oriental, Dubrovnik está bem conectada ao litoral croata e às históricas cidades bósnias de Sarajevo e Mostar. Também são locais de filmagem para muitas cenas em Game of Thrones.

Conselhos para poupar no dia a dia

Tips e conselhos para poupar no dia a dia

  1. Assine o plano de Internet e telefone com o que realmente precisa. Não são necessários 200 canais de TV, pode-se inclusive poupar muito com Netflix.
  2. Reduza seus minutos do plano do telemóvel para a menor quantidade que possa. Faça um controle um mês antes para ver quanto usa e possa ajustar seu plano de telefonia da melhor maneira e tente controlar e acompanhar seus gastos durante o mês. Assim a conta nunca virá mais que o esperado.
  3. Plante árvores de sombra ao redor de sua casa, não pode imaginar o quanto pode economizar em ar condicionado com isso se vive em um lugar de clima quente.
  4. Tire da tomada os aparelhos que não estão sendo utilizados para evitar os gastos de “energia fantasma”.
  5. Matricule-se em um ginásio só se for usa-lo com regularidade, já que sabemos que pode ser um gasto desnecessário.
  6. Tome banho mais rápidos.
  7. Mantenha sua casa um pouco mais quente no verão e um pouco mais fria no inverno. Não precisa exagerar, simplesmente baixe o termostato 4 graus no verão e sua 4 graus no inverno.
  8. Coloque una manta de isolamento sobre o aquecedor de água. isso evita que o calor escape.

Conselhos para poupar no futuro

  1. Ensine os seus filhos a usar o dinheiro. Que eles ganhem dinheiro por realizar as tarefas. Ajude e ensina a poupar e administrar o dinheiro.
  2. Venda o compre um veículo que possa ser mais económico em combustível. Se vive em uma zona em que o transporte publico é bom aproveite para desfrutar disso.
  3. Controle o serviço e manutenção do seu carro. Pode sentir como gasto extra, mas você poupa muito dinheiro a longo prazo.
  4. Use um banco que te aporte mais benefícios .
  5. Guarde cópia dos recibos em uma pasta e organize isso mensalmente. Você precisará disso um dia que algo der algum problema.